quarta-feira, 28 de julho de 2021

O que é realmente FIRE? A sigla ficou maior que seu significado?

 

 

Bom dia FIREsfera!

 

É muito normal vermos discussões sobre o movimento FIRE e o que o mesmo significa...Já vi discussões (pra não dizer brigas...rsrs) sobre o real significado do FIRE e também diversas críticas a filosofia. Mas o que significa FIRE? 

 

 

 Versão FIRE by You Tube...Imagem é mais Importante que Realidade...


Já vou dizer aqui que esse post não tem como intenção gerar uma resposta definitiva ou apresentar algum parecer inovador sobre o FIRE, é apenas uma dissertação sobre o tema...

Se levarmos ao "pé da letra", FIRE significa Financial Independence Retire (ment) Early - Independência financeira e Aposentadoria Antecipada. Esse conceito se popularizou nos EUA através de canais de pessoas que queriam se separar da rotina natural da vida imposta pela sociedade moderna: Nascer - Crescer - Arrumar um Emprego - Formar Família - Trabalhar e criar Família até Idade Avançada - Se aposentar (se Deus quiser) - Morrer.

 

 

"Nada é mais Certo nesse Mundo que a Morte e os Impostos"

by Benjamin Franklin

 

Esse movimento iniciado por blogs como o MMM (Mr. Money Mustache) na minha opinião é uma reação ao ambiente muitas vezes tóxico que se criou no ambiente de trabalho dada a filosofia econômica de acumulação acima de tudo..A exploração do ser humano e produção como prioridade aos poucos vão minando o prazer que o ser humano tem em ser útil e contribuir, mudando a cabeça dos trabalhadores e colocando dúvidas sobre se esse é o caminho correto a se seguir...

 

O interessante é que esse movimento com características de "humanas" nasceu dentro de um grupo pró-economia: normalmente é seguido por pessoas com elevados salários, alta qualificação no mercado (mão de obra desejada e valorizada pela sociedade) e potencial elevado educacional em áreas de exatas ou economia. É como se o sistema estivesse mostrando sinais de começar a implodir de dentro pra fora...

O movimento ainda é pequeno em relação à força de trabalho mundial...a maioria ainda segue a rotina natural descrita logo acima nesse post, mas tem crescido bastante e já mostra sinais que tem potencial para revolucionar o mercado de trabalho mundial. A pandemia serviu como um banho de água fria em várias pessoas que estavam "anestesiadas" na sua rotina e mostrou para todos que a vida é curta e nada é garantido...nem seu emprego, nem sua saúde. E com isso mostrou a muitos que o futuro é incerto e que o que temos realmente é o presente. Se deixarmos para fazermos o que queremos no futuro, pode ser que quando este chegar não estaremos aqui (ou não teremos condições) pra finalmente realizar nossos desejos de vida. 

Assim, muitas pessoas começaram a pesquisar sobre o movimento FIRE e seu significado começou a se alterar de acordo com o entendimento de diversos grupos. Seguindo o conceito literal, um FIRE é alguém que junta um capital suficiente para não precisar mais vender seu tempo por dinheiro e se aposenta antecipadamente para utilizar seu tempo de acordo com seus interesses. A sigla é clara... Aposentadoria Antecipada. Mas o que significa aposentadoria antecipada? Alguém que se aposenta e volta a trabalha, mesmo que por prazer, está aposentado? Se a pessoa recebe dinheiro pelo seu tempo, mesmo que fazendo algo de seu interesse e sem emprego formal está aposentado? Aí que as coisas complicam...

 


  Espero que a direção seja essa mesmo...rsrs

 

Muitos defendem que se você depois de alcançar sua independência financeira não opta por para de trabalhar, você não é um FIRE, mas sim alguém que atingiu a FI (independência financeira). Dentro dessa lógica muitas pessoas criticam o fato de que uma pessoa que atingiu a FI muito cedo, mesmo que com condições financeiras para tal, estaria fadada ao fracasso por ser uma pessoa jovem e com grande potencial produtivo que irá desperdiçar seu potencial, não colaborando com a sociedade e no fundo carregará frustração por isso. Também criticam muitos FIREs por se considerarem FIRE, mas manterem renda por cursos vendidos, canais no Youtube e trabalhos de meio período ao mesmo tempo que vendem que a filosofia FIRE é sustentável (caso do MMM por exemplo).

Penso que existe alguma lógica nas colocações desse grupo. A maior parte dos "gurús do FIRE" não podem mais serem classificados como tal, pois trabalham vendendo a filosofia e são pagos por isso. Aproveitaram uma oportunidade para criar uma nova fonte de renda, por menor que seja o tempo gasto no seu desenvolvimento. Vivemos sim em uma época onde a imagem vendida não precisa ter ligação com a realidade, vender um sonho rende mais que a realidade (vejam Instagram, Tik Tok e Youtube como exemplo) e temos que conseguir separar realidade de ilusão todos os dias das nossas vidas. Além disso, sou uma pessoa muito literal e a sigla FIRE tem 50% da sigla ligada a aposentadoria. Dessa forma, se você não se aposentou, não se encaixaria na sigla.

Por outro lado, o movimento FIRE cresceu tanto que vejo que ultrapassou o significado original que era parar de trabalhar para aproveitar a vida e família. Hoje  a sigla FIRE está mais ligada á "FI" que ao "RE" e acredito que não tenha evoluído sua sigla pois a sigla FIRE tem um apelo mais "vendável" que apenas FI... Por este motivo não acho errado uma pessoa que alcançou a independência financeira continuar trabalhando com algo que goste (mesmo que tenha salário) ou faça trabalhos esporádicos ou sem vínculo empregatício.

A verdade é que não importa essa classificação...ao meu ver o significado do FIRE atualmente seria algo próximo de se esforçar em alcançar a independência financeira para poder ser livre pra fazer o que te dá vontade. Quer continuar trabalhando? Blz... Quer parar e ajudar uma ONG? Vai fundo... Quer ficar o dia inteiro jogando Games e vendo Netflix? Você pode...

Outros acreditam que o FIRE começou a ter filhos...novas modalidades estão sendo criadas com diferentes ênfases, como o Lean FIRE, Fat FIRE, Coast Fire, Barista FIRE, e por aí vai...(Se quiser saber o significado de cada um dê um google que terá vários detalhes disponíveis). De um jeito ou outro o conceito do FIRE está evoluindo...Estamos hoje seguindo um FIRE 2.0 e a evolução continua...

 

 

Ou sua falta...rsrs

 

Conclusão: Essas discussões sobre classificação são bobas e não produtivas...é melhor se concentrar em melhorar sua vida e planejar para se libertar de amarras que te incomodam hoje, mas que você ainda não tem condições de se livrar. Não existe resposta certa ou errada. Além disso, quem sou eu pra dizer o que é certo ou errado em relação ao movimento FIRE...

Eu disse no início que não ia concluir nada definitivo lembra? Não fique nervoso comigo...rsrs

Confesso que sou um seguidor da filosofia que pretende sim parar de trabalhar quando alcançar o FIRE, pelo menos parar de trabalhar por dinheiro (gostaria de ajudar dando aulas gratuitas em escolas, ajudando em ONGs de animais, ter maior proximidade da infância do meu futuro filho, etc), mas não tem motivo para "fechar a porta" para continuar a trabalhar...O caminho para o FIRE é longo e é normal mudarmos de preferências com o tempo...Como dito anteriormente, o futuro não é certo e é perda de tempo detalhá-lo agora.

No final o que importa é ser feliz durante o caminho para que no futuro, independente da escolha feita, a base para a felicidade após a independência financeira esteja garantida.

 

Grande abraço!


VVI

 

 

 

13 comentários:

  1. Realmente é uma linha complicada de desenhar. De certo modo, praticamente qualquer trabalho remunerada terá atrelado algum tipo de obrigação, que pra mim é essencial na definição de aposentadoria.

    As definições mais formais de aposentadoria quase sempre referem a saida do mercado de trabalho de forma integral.

    Pra mim, a cultura FIRE sempre foi quanto a AUTONOMIA completa do seu tempo em relação ao dinheiro. Qualquer pessoa que abra mão de alguma autonomia de tempo por uma remuneração não seria FIRE. o Barista FIRE, por exemplo, não poderia ser enquadrado.

    Coast também ficaria de fora pelo conceito de EARLY. Ele ainda precisaria trabalhar um bom tempo.

    Claro, são só definições que as vezes são uteis para nortear conversas e pensarmos de forma mais categórica e clara. No fim, são ideologias que possuem mt coisa em comum.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Sisifo! Concordo plenamente...Para a maior parte das pessoas com quem discuto FIRE, estes seriam melhor classificados como buscadores da "FI" do que como buscadores do FIRE propriamente dito (sendo literal pela sigla), mas como o movimento FIRE cresceu muito vejo essas pessoas utilizando o termo de forma diferente da sigla... Mas no final o que importa é que estamos todos buscando a nossa ideia de melhor vida futura e não só a melhor vida presente.
      Grando abraço!

      Excluir
  2. Olá VVI, bom dia

    Conforme anunciado no post, essa definição não tem fim. E considero isso um bom sinal, pois estimula uma discussão saudável (na maioria das vezes) e ajuda a fundamentar nossas decisões e planejamentos.

    Faço investimentos a muito tempo e confesso que minha percepção sobre os investimentos está em constante mudança. Conheço a comunidade FIRE a cerca de 3 anos e como desejei tê-la conhecido antes... Mas vida que segue.

    Quanto as possibilidades "FIRE" eu avalio ser um STEALTH FIRE. Não sei se existe essa definição, mas seria trabalhar "furtivamente" talvez em Working from home. Possuo uma família numerosa e todas as tentativas de explicar finanças e FIRE foram frustrantes, não consegui avançar em conceitos básicos na área financeira.

    Futuramente, eu pretendo me declarar FIRE, mas trabalharia "furtivamente" para manter as aparências e evitar comentários por não estar batendo ponto diariamente.

    Abraços,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia VAR! Já reparei que devido ao FIRE ser um caminho de longo prazo duvidar da própria estratégia é uma ação constante e normal a todo investidor... Genial o Stealth Fire...rsrs...Vamos fundar uma empresa fake para "empregar" o pessoal da FIREsfera...rsrs
      Sobre falar de finanças com a família também já desisti...no final não adiantava nada e era rotulado como financista. Com a esposa ainda tenho esperança, apesar de na maior parte das vezes ela insiste em me pedir para "investir pra ela", ao invés dela aprender a investir o próprio dinheiro...ainda vou conseguir fazer ela andar pelas próprias pernas... Grande abraço!

      Excluir
  3. concordo com vc

    "Muitos defendem que se você depois de alcançar sua independência financeira não opta por para de trabalhar, você não é um FIRE, mas sim alguém que atingiu a FI (independência financeira)" tem gente q dá mais valor a um rótulo moderno do q a qualidade de vida

    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, infelizmente isso ocorre muito mesmo...
      Grande abraço Scant!

      Excluir
  4. Excelente discussão. Vou acompanhar para ver o que o povo acha, porém em última instancia, concordo com você que FIRE:
    "seria algo próximo de se esforçar em alcançar a independência financeira para poder ser livre pra fazer o que te dá vontade. Quer continuar trabalhando? Blz... Quer parar e ajudar uma ONG? Vai fundo... Quer ficar o dia inteiro jogando Games e vendo Netflix? Você pode..."
    Abcs AA40

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde AA40! Bom te ver por aqui! Grande abraço!

      Excluir
  5. Legal a discussão. Às vezes as pessoas se perdem dentro das tecnicalidades e esquecem que o que importa é como funciona/é verdade para si mesmo. Eu tentei parar de trabalhar e focar em ONGs logo quando alcancei minha liberdade, mas confesso que não foi o que funcionou melhor para mim.

    Fire ou não FIRE, o que importa é ser livre financeira de um jeito que faça sentido e nos deixe feliz e contente.

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde André! Concordo 100%! Os desejos FIRE de um podem ser totalmente diferentes do outro e está ok.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  7. Acho que estes rótulos são legais e bons pois faz você se sentir que pertence a um grupo de pessoas com os mesmos objetivos, mesmo que no final seja irrelevante, psicologicamente não é

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Anon! Concordo plenamente com você!
      Grande abraço!

      Excluir
    2. "psicologicamente não é" concordo

      não é irrelevante psicologicamente, mas penso que deveria ser.

      acho que nossa vontade/decisão ponderada deveria ser o único fundamento e não esse senso de pertencimento/sensação de manada que é tão caro a nossa espécie

      até porque é só um rótulo, né? no final estaremos mortos e nenhum rótulo fará diferença

      Excluir